quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

Resenha: O preço de uma lição - Frederico Devito e Gutti Mendonça

Hey, gente! Tudo bem? Não acredito que você tem face e ainda não curtiu a fanpage do blog bem aí na lateral!! Haha

Hoje eu trago um livro que divide opiniões, e querem saber a minha? Leiam a resenha então. ;D
 Os meninos são, sim, capazes de amar.Como acontece esta coisa chamada amor? Nasce junto com a gente, mas não depende só de nós. A gente sofre e faz sofrer, ama e é amado. E com isso aprende muita coisa. Lições que trazem consequências, problemas e soluções.O preço desse aprendizado transforma o garoto em um homem. Esta narrativa, cheia de incidentes, mostra que – ao contrário do que dizem algumas garotas – os meninos são, sim, capazes de amar.Quais as transformações que o amor pode provocar na gente? O que ele ensina? Qual o seu preço? Acompanhe a jornada de um jovem, transformado pelo amor, à procura dessas respostas.

O livro conta a estória de um garoto sem nome, sim, eu pensava que havia ficado louca e pulado a parte que fala o nome dele, mas não, o livro não fala o nome do garoto, o que me deixou um pouco confusa. O início mostra o começo de uma grade amizade ainda na infância, o "quarteto 21" formado por 2 meninos e 2 meninas que fazia aniversário no mesmo dia, no qual se tornam melhores amigos na infância e adolescência. Entretanto, não são esses que estarão com o personagem principal em todo o livro.

Logo na adolescência, ele se vê em dois namoro bem incomuns, em que ele não beijava na boca das namoradas no começo do namoro (que frescura né, isso meu melhor amigo já faz). O primeiro a garota estava esperando um "sinal" para assim se beijarem e o segundo a irmã da tal garota era afim dele, tornando tudo muito complicado. 
Fazendo a linha de perfeitinho ele no primeiro momento parece tudo de bom: bom filho, simpático, bonito, inteligente, não bebe ou fuma,  e que consegue tudo o que quer. Saindo da faculdade já tinha um emprego bem remunerado, mais tinha suas dúvidas quanto ao curso que estudou, não sabia ao certo se aquilo era para ele. As garotas corriam atrás dele, mais nunca achou realmente "A garota certa", até que em uma tarde em um sítio quando está ficando com Beatriz, ver Juliana e se apaixona por ela, como amor a primeira vista.

Depois de ver Juliana, ele coloca na cabeça que têm que namorá-la, e faz de TUDO. Mesmo com a distância, pois ele mora em São Paula e Juliana e Mongi, eles começam a namorar, todos os fins de semana e feriados ele está com ela. Já perdeu a conta de quantas vezes foi no cinema, até foi expulso já foi. Entretanto, esse não é o único problema, eles tem uma diferença de idade de 5 anos! Ela com 15 e ele com 20. Acho que quando é na adolescência é muito mais expressivo 5 anos de diferença, porque é entre esse anos que o jovem mais muda.

Eles levam o namoro muito bem obrigado sem brigas, até que os pais de Juliana se separam e a mãe dela  pode ir morar em Curitiba. Essa possibilidade de eles se separarem, deixa com que o personagem fique cada vez mais inseguro; começa a provocar a namorada, dando uma de coitadinho, totalmente irritante. Como é o primeiro namoro de Juliana, o livro dá a entender que ela não sabe como agir e que ela não gosta tanto dele, como ele dela. 
Mais como todo mundo tem limites, até Juliana, fica de saco cheio e eles decidem terminar. Mais o problema é que "ele" não se conforma de jeito nenhum.. 

O engraçado para mim desse livro, é que eu não gosto do personagem principal e nem de Juliana, acho ele muito sonso e não entendo porque as garotas correm atrás dele, e ela é muito sem atitude. Mas eu gosto do livro. Algumas coisas que ele retratou já aconteceu comigo *confesso* e a escrita em primeira pessoa no passado, dá aquele "ar" diferente dos outros livros que já li. 

Na verdade, não esperava um livro tão meloso e um personagem principal assim. Queria que fosse uma coisa mais real, mas eu acho que foi a forma dos autores etratarem que os garotos também são capazes de amar. A escrita é simples, vi alguns errinhos, mais nada que uma revisão não resolva. E o final deu brecha para uma possível sequência (mesmo eu achando que é sem necessidade).
Confesso que estava com um certo medo, ou/e preconceito, mas achei a habilidade de escrita dos autores muito boa. 

Recomendo, para quem gosta de um romance meio meloso, e que está curioso para saber sobre o romance que dois garotos bem populares escreveram.

Quero falar do kit que achei bem criativo, quem ler o livro vai ver como tem um grande significado o anel no cordão ;))

Livro: O preço de uma lição
Autores: Frederico Devito e Gutti Mendonça
Editora: Novo Conceito
Páginas: 368



7 comentários:

Jovens Leitoras disse...

Eu não tenho aqueeela vontade de ler esse livro, mas tenho curiosidade, sim!


Beijos, Bárbara.
Sobre Meus Livros.

Mii disse...

Achei a capa bem criativa. Só que não tenho vontade de ler o livro, desde que li a sinopse parece que falta alguma coisa e fica chato.

Mas, gostei da sua resenha!

Beiijos
http://aoinfinitoealem.com/i

Aione Simões disse...

Agora eu curti a página no face! Hahaha

Uhmm foram poucas as pessoas que vi gostarem desse livro. Eu até tenho curiosidade de ler, por tantas pessoas não gostarem eu gostaria de saber o que eu acharia, mas eu não tenho vontade de começar e nem faço muita questão hehe!
Como eu não tenho o livro, só leria se eu ganhasse mesmo!
De qualquer forma, que bom que vocÊ se identificou!

Beijos!

Books Journal disse...

Tu jura que é meloso? Meu Deus, nem quero passar por perto desse livro então SOAHSOHOASHASHAOSOH Eu nunca tive uma vontade de ler ele, apenas curiosidade por se tratar dos "Colírios", não que eu goste deles, mas por querer descobrir se eles sabem escrever (peguei pesado, eu sei, haha). Enfim, não me empolgo com a leitura e nem com a história. Muito mimimi pro meu gosto, risos.

Beeijão
Kaká - www.booksjournal.org

Entre Fatos & Livros disse...

Olá!

Com certeza eu lerei esse pq já está na minha estante. Confesso q é a primeira vez que eu parei para ler a resenha. Sério q é tão meloso?! Eu não curto mto, mas vai saber... Eu sou tão estranha q talvez eu goste! haha

E qto a personagem sem nome, acho interessante esse recurso. Seria como o livro "O Mundo de Vidro"? Eu gostei.

Ótima resenha!

BjoO
Pri
Entre Fatos e Livros

Anônimo disse...

Amei a resenha. Fiquei com vontade de ler o livro.
http://sucessoparaseublog.blogspot.com/

Krishna Alves disse...

Frederico Devito escritor? HMMM....
Bom, não gosto de julgar um livro pela capa, então vamos ver né ((:

Postar um comentário

Bem Vindo ao Delírios de Salomé! Fique a vontade para comentar, deixar dicas, sugestões e o que achou do post claro *--*
Beijoos;*

 
Layout de Giovana Joris